LAUNCHING

STATEMENT

BancodePortugal Logo.png
ASF logo.png
cmvm_logo_v2.png
 
English Version - Please find below the portuguese version
Portuguese financial regulators launch the 4th edition of Portugal FinLab
 
18 may 2022
Applications for the 4th edition of Portugal FinLab are now open! This initiative aims to bring innovators in the financial sector – start-ups or incumbent institutions – and the Portuguese regulatory authorities together.

The 4th edition of Portugal FinLab was officially launched yesterday by the Portuguese regulatory authorities at the event Closing the 3rd Edition and launching the 4th, held at Fintech House.

This event was attended by representatives of the three Portuguese regulatory authorities –Banco de Portugal, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários and Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões – and by fintech entities.

Applications for the 4th edition of Portugal FinLab will be open from 17 May to 17 June 2022.

For the pitch day, which will take place on 14 July 2022, the regulatory authorities will select all projects that fall within the competences of at least one of them.

After the pitch day, a maximum of five projects will be selected for analysis by the regulatory authorities. The analysis will be provided through a report that will identify the projects’ main regulatory requirements and any obstacles to their implementation.

For more information about the Portugal FinLab and the application process, visit the official site: www.portugalfinlab.org.


Report on the 3rd edition of Portugal FinLab published


The regulatory authorities also presented the report on the 3rd edition of Portugal FinLab, which was published yesterday on the official site


The 3rd edition of Portugal FinLab had 29 applications, five of which from foreign entities. The regulatory authorities selected for analysis nine projects, most of which covered more than one activity sector, thereby benefiting from analysis by more than one regulatory authority.

 

The report also gathers the participants’ feedback about the 3rd edition, the organisers insights on the challenges brought by innovation to their sectors, and the views from the Academia on stablecoins, other crypto-assets and central bank digital currencies.  

 
Portuguese Version - Please find above the english version
Autoridades reguladoras lançam 4ª. edição do Portugal FinLab
 
18 maio 2022
Estão abertas as candidaturas à 4.ª edição do Portugal FinLab, a iniciativa que visa aproximar os inovadores do setor financeiro – start-ups ou instituições incumbentes – das respetivas autoridades reguladoras.

As autoridades reguladoras lançaram ontem a 4.ª edição do Portugal FinLab no evento Closing the 3rd Edition and launching the 4th, realizado na Fintech House. 

Este evento contou com a presença de representantes das três autoridades reguladoras do setor financeiro – Banco de Portugal, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões – e de entidades fintech convidadas.

As candidaturas à 4.ª edição do Portugal FinLab estarão abertas entre 17 de maio e 17 de junho de 2022.

Para o pitch day, que ocorrerá em 14 de julho de 2022, serão selecionados todos os projetos que se enquadrem nas competências de, pelo menos, uma das autoridades reguladoras.

Após o pitch day, as autoridades reguladoras selecionarão até 5 projetos para análise. Esta análise, no formato de um relatório, identificará os principais requisitos regulatórios aplicáveis e os eventuais obstáculos à implementação do projeto selecionado.

Para mais informações sobre o Portugal FinLab e o processo de candidatura, visite o site oficial da iniciativa, em www.portugalfinlab.org.


Relatório da 3.ª edição foi divulgado

As autoridades reguladoras apresentaram também o relatório de balanço da 3.ª edição As autoridades reguladoras apresentaram também o relatório de balanço da 3.ª edição, publicado ontem no site do Portugal FinLab, publicado ontem no site do Portugal FinLab.


A 3.ª edição do Portugal FinLab contou com 29 candidaturas, 5 das quais de entidades estrangeiras. No conjunto das duas fases, foram selecionados para análise 9 projetos, que, na sua maioria, compreendiam mais do que um setor de atividade, beneficiando assim da análise de mais do que uma autoridade reguladora.

 

O relatório apresenta também as opiniões dos participantes sobre a 3.ª edição do Portugal FinLab, as visões das Autoridades sobre os impactos da inovação nas suas áreas de competência, bem como as perspetivas da Academia sobre stablecoins, outros cripto-ativos e moedas digitais de banco central.